quinta-feira, junho 14, 2007

idéia nova

Uma palavra nova
Para iluminar a nova manhã
Uma idéia nova
A cor, a flor temporã

E mais uma cantiga nova
Cheiro de limão, sabor de maçã
O brilho da viola
Lá na praia de Itapuã

E mais uma janela aberta
Para receber a brisa do mar
E uma vontade certa
De o coração navegar

E mais, uma cidade alerta
Esperando a voz da vida chamar
Para uma grande festa
Que apenas vai começar

E mais, muito mais... Bem mais...

Quero cantar como quem anuncia
O calor do dia, a alegria,
A vida, a nova estação.
Sol, olha o sol sobre a pele da Terra!
Somos só o sal, o resto é chão, É céu, é pleno verão.

(Gustavo Messina & Gladir Cabral)

domingo, junho 03, 2007

armas de fogo

"Canhões e armas de fogo são máquinas cruéis e odiosas. Eu creio que elas surgiram por sugestão direta do demônio. Contra as balas voadoras nenhum valor adianta; o soldado é morto, antes mesmo de saber como. Se Adão pudesse ter uma visão dos terríveis instrumentos que seus filhos iriam inventar, teria morrido de desgosto" (Martinho Lutero).